Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Nossos parceiros

O governo estadual conta com instituições e organizações parceiras no atendimento aos jovens do POD e suas comunidades.

 

15145137-logo-amurt-vetor.png


A Amurt-Amurtel é a organização da sociedade civil que faz a gestão do Centro da Juventude Restinga. Criada há 30 anos em Porto Alegre, integra a Ananda Marga, 
uma organização sócio-espiritual internacional fundada na Índia, em 1955, pelo mestre espiritual e filósofo Prabat Rajam Sarkar Shrii Shrii Anandamurti. A entidade busca a auto realização do ser humano e o serviço desinteressado a humanidade.

A organização atua em programas sociais e políticas de educação, assistência social e direitos humanos. O objetivo é a defesa, a garantia e a promoção dos direitos de todos, e busca o respeito à vida em sua totalidade como um valor ético central. A Amurt-Amurtel tem como eixo transversal e norteador o quadrilátero da Educação Neo-Humanista: Yoga, Meditação, Alimentação Saudável (lacto-vegetariana) e os valores humanos.

 

  22104655-associacao-sao-jeronimo-logo.pn

Associação Afro Cultural e Beneficente de Matriz Africana São Jerônimo é a parceira do governo estadual no Centro da Juventude Alvorada. A instituição se estabeleceu na região Cascata do Rincão, área de preservação ambiental localizada no bairro Jardim Porto Alegre, e que historicamente foi utilizada pela Religião Africanista para seus rituais e oferendas. O território se tornou uma referência e ficou conhecido como Cascata do Xangô, especialmente pela dedicação e o trabalho realizado por Pai Lelo, líder religioso do Município, a quem coube a cedência desta área pelo Município.

Criada em 1983, a Associação Afro Cultural e Beneficente de Matriz Africana São Jerônimo tem tradição nas ações culturais e sociais, ações espirituais, de preservação ambiental e de prestação de serviços comunitários. Com experiência em projetos de formação e diálogo com foco na juventude em vulnerabilidade social, a entidade é parceira do Conselho Nacional de Juventude, do Ministério da Justiça e da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas nas ações realizadas junto aos jovens de Alvorada. 

 

22105807-logo-cufa-002.png

A Central Única das Favelas - CUFA, é a organização da sociedade civil gestora do Centro da Juventude Cruzeiro. A instituição foi fundada em 1998  e se tornou uma instituição que atua em todos os estados do Brasil e também em outros países,  nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas do Rio de Janeiro, principalmente negros e grupos do movimento Hip Hop, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver. 

No Rio Grande do Sul, a CUFA-RS atua desde 2005. A entidade tem como missão contribuir para o desenvolvimento social, econômico e cultural das periferias, por meio de projetos que valorizam talentos e aptidões individuais e coletivas.

 

20184927-cpca.png

O Centro de Promoção da Criança e do Adolescente é a instituição parceira que gere o Centro da Juventude Lomba do Pinheiro e o Centro da Juventude Viamão. Mantida pelo Instituto Cultural São Francisco de Assis, é entidade de caráter público, sem fins lucrativos, de assistência social dos Freis Franciscanos da Província São Francisco de Assis, no Rio Grande do Sul. Iniciou suas atividades em 1979 com a abertura da Creche dos Freis e, no mesmo ano, a razão social foi alterada para Centro de Promoção do Menor. A evolução da instituição segue os avanços nos marcos legais de amparo à criança e ao adolescente e, no contexto de desenvolvimento do Estatuto da Criança e do Adolescente e da construção da Doutrina de Proteção Integral, o então CPM tornou-se CPCA, atuando em concordância com as diretrizes da Assistência Social.

Movido por valores cristãos ecumênicos, valores que promovem a dignidade humana e valores que recuperam os direitos ameaçados ou violados das crianças, adolescentes e suas famílias, bem como da comunidade e de toda a pessoa em vulnerabilidade, o CPCA tem como principal ponto de referência o diálogo, valorizando a realidade pessoal e respeitando o sagrado que habita em cada sujeito. Nos últimos anos tem se dedicado a execução de políticas como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, o Serviço de Atendimento à Família, Programa Ação Rua, Programa de Educação Integral, Acolhimento Institucional e, mais recentemente, os CJs Lomba do Pinheiro e Viamão.

 

22105900-logo-fme-png.png

A Fundação Maçônica Educacional (FME) é a gestora do Centro da Juventude Rubem Berta. Idealizada pelo Professor Longuinho Marques da Costa, foi instituída pela Grande Loja Maçônica do RS, em 5 de abril de 1983. É uma Entidade Educacional de Direito Privado, laica, filantrópica, beneficente e sem fins lucrativos. Possui planejamento estratégico com plano de metas, uma política de qualidade e um plano ação. Recebe auditorias periódicas da Curadoria de Fundações, do Ministério Publico do Rio Grande do Sul.

Tem um corpo funcional de aproximadamente 20 profissionais e conta também com a colaboração direta ou indireta de voluntários e de diversas comunidades e parceiros nos locais onde atua. Além da Gestão do Centro da Juventude Rubem Berta, administra outros programas e projetos como o Juventude Assistida - Programa de Prevenção às Drogas; Sonho de Liberdade - Programa de Profissionalização de Apenados; Cursos Universitários para Maior Idade em parceria com a UERGS; campanhas solidárias, assistenciais e comunitárias, para arrecadação de alimentos e agasalhos, etc. Também está iniciando a gestão da Escola Longuinho Marques da Costa, sediada em Porto Alegre - RS.

 

20184811-logotipo-escola-cdr-1111.png

A Escola Superior da Magistratura do Estado do Rio Grande do Sul é a parceira do Programa de Oportunidades e Direitos na formação dos facilitadores em Justiça Restaurativa e no fomento à resolução de conflitos pelo diálogo nos territórios do POD. A instituição é uma referência e possui excelência na formação e aperfeiçoamento dos alunos, inclusive com cursos de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado), com fomento à pesquisa, extensão e boas práticas.

A ESM foi instituída pela Associação dos Juízes do Estado do Rio Grande do Sul (Ajuris) e é a Escola Oficial do Tribunal de Justiça do Estado. É a instituição que oferece os cursos de atualização, aperfeiçoamento ou especialização para magistrados; os cursos de preparação à magistratura; os cursos de atualização, aperfeiçoamento ou especialização para servidores da justiça e os cursos jurídicos de extensão. Tem como missão preparar, formar e aperfeiçoar magistrados e alunos em busca de boas práticas e da excelência da prestação jurisdicional.

POD