Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Centros da Juventude oferecem serviços gratuitos à comunidade

Publicação:

Corte de cabelo, barbearia e coloração são os serviços mais procurados
Corte de cabelo, barbearia e coloração são os serviços gratuitos oferecidos pelos CJs mais procurados pela comunidade - Foto: Melina Fernandes / POD

Que tal cortar e pintar os cabelos de graça? Ou fazer as unhas sem pagar nada? E isso pertinho de casa, sem sair da sua comunidade? Os moradores do bairro Cruzeiro, em Porto Alegre, e da região do bairro Santa Cecília, em Viamão, têm esses serviços disponíveis nos Centros da Juventude do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), vinculado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

Os cursos de Barbearia, Cabeleireiro, Manicure e Embelezamento são divididos em duas etapas. A primeira fase é teórica com aulas práticas em modelos voluntários dos próprios Centros da Juventude. Mas no estágio final da qualificação, os jovens são preparados para o atendimento de clientes nos salões de beleza, para que concluam os estudos prontos para o mundo do trabalho. A forma que os CJs encontraram de fazer isso foi abrir a agenda para a comunidade.

Raquel descobriu na prática o amor pela profissão de cabeleireira
Raquel descobriu na prática o amor pela profissão de cabeleireira - Foto: Melina Fernandes / POD
A aprendiz do curso de Cabeleireiro do CJ Viamão, Raquel Vieira Rodrigues, é uma das jovens que já está atendendo clientes. Ela já estava adorando o curso e com a prática decidiu que quer seguir carreira na área. “A formação me trouxe mais responsabilidade a vontade de querer aprender mais. Eu faço isso por amor, com amor. E sei que vou crescer e que eu posso mais do que eu imaginava. Basta a gente querer para conseguir, né?”, planeja a jovem de 15 anos.

A educadora Simone Ramos de Oliveira ressalta que a experiência faz a diferença para os futuros profissionais. “Quando eles já estão aptos a atender clientes, abrimos para a comunidade. São 40 dias de prática nos quais eles convidam familiares, amigos, alguns trouxeram os professores da escola. E é um sucesso porque esses clientes publicam nas redes sociais e divulgam o trabalho dos jovens. As aulas viraram um laboratório de criação. Até cabelos coloridos têm saído daqui”, conta Simone.

Viviana aproveitou para cortar o cabelo e fazer mechas com o jovem aprendiz Niccolas, de 19 anos
Viviana aproveitou para cortar o cabelo e fazer mechas com o jovem aprendiz Niccolas, de 19 anos - Foto: Melina Fernandes / POD
No dia que visitamos o CJ Viamão, a empregada doméstica Viviana Maciel tinha marcado horário para ela, o marido e o filho. Além dos três cortarem o cabelo, ela ainda aproveitou para fazer mechas e mudar o visual. “Na crise de hoje a gente mal paga as contas. E com esse serviço aqui a gente ganha porque a família inteira sai feliz. E é legal porque os jovens não estão aí na rua, aprendendo coisas erradas. Estão fazendo algo útil, aprendendo uma profissão. No fim, todo mundo está sendo cuidado aqui!”, comemora Viviana.

Segundo o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, abrir as portas dos centros e oferecer serviços gratuitos é materializar os princípios do POD. “O que queremos é promover a cultura da paz nessas comunidades e estamos fazendo isso a partir dos Centros da Juventude e das escolas. Trazer os moradores para dentro dos CJs é a base desse trabalho. Estamos formando nossos jovens, proporcionando experiência prática, deixando ele pronto para atuar no mundo do trabalho e, ao mesmo tempo, retornando para a comunidade, quase que instantaneamente, o investimento que estamos fazendo. Quem chega aqui encontra um espaço de acolhimento, de cuidado e de convivência. Isso reflete na autoestima dessas pessoas e nas suas relações pessoais”, destaca Paladini.

O Centro da Juventude Viamão tem atendimento ao público todas as segundas e quartas, das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas. Os serviços oferecidos são corte, escova, “chapinha”, mechas, coloração, descoloração, hidratação e baby liss. CJ fica na avenida Senador Salgado Filho, 2205 - Bairro Santa Cecília.

Na Cruzeiro o atendimento dos cursos de Barbearia e Embelezamento à comunidade acontece segundas, terças e quartas, das 14h30 às 16 horas e das 18h30 às 19h30. A turma também oferece tranças e penteados afro. O Centro da Juventude fica na rua Mariano de Matos, 107.

A turma de imigrantes haitianos têm aulas de Português todos os sábados no CJ Rubem Berta
A turma de imigrantes haitianos têm aulas de Português todos os sábados no CJ Rubem Berta - Foto: Divulgação POD

Serviço humanitário - O Centro da Juventude Rubem Berta têm outro tipo de serviço gratuito, mas com público-alvo bem específico. São aulas de Português gratuitas para imigrantes. Todos os sábados, um grupo de haitianos que mora no território aprende o idioma em lições de conversação, redação e leitura. Foi a forma que o CJ encontrou de auxiliá-los na adaptação ao novo lar. 

POD