Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Programa de Oportunidades e Direitos forma mais 73 jovens para o mundo do trabalho

Publicação:

Os certificados dos cursos de aprendizagem e aproximação profissional foram entregues a 73 jovens do CJ Cruzeiro
Os certificados dos cursos de aprendizagem e aproximação profissional foram entregues a 73 jovens do CJ Cruzeiro - Foto: Maurício Tonetto / SJCDH

A partir desta quinta-feira, 6, o mercado de trabalho em Porto Alegre conta com mais 73 profissionais qualificados. São jovens do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), vinculado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), que se formaram nos cursos de Auxiliar Administrativo, Barbearia e Embelezamento, Culinária, e de aproximação profissional em Fotografia e Informática. É a quinta turma da qualificação profissional do Centro da Juventude Cruzeiro.

Secretário Paladini destacou a importância do POD e a necessidade de ampliar a iniciativa para outros territórios
Secretário Paladini destacou a importância do POD e a necessidade de ampliar a iniciativa para outros territórios - Foto: Maurício Tonetto / SJCDH
A formatura contou com a presenta do secretário da SJCDH, Catarina Paladini. Ele destacou a importância da formação não apenas para garantir melhores oportunidades profissionais, mas também para que todos tenham uma vida mais digna. “Vocês nos dão a certeza de que estamos no caminho certo. Não estamos formando apenas para o mercado de trabalho. Essa formação é para a vida, é baseada em princípios e valores para que vocês resistam, perseverem, busquem seus sonhos! Nosso papel é da condições para que essa juventude que sonha, que quer voar, consiga realizar” afirmou.

Paladini acrescentou que o POD deve ser ampliado para outros territórios do Rio Grande do Sul, “produzindo uma grande teia social de solidariedade, camaradagem, respeito e oportunidades”. O secretário também agradeceu às famílias que confiam o futuro dos jovens aos Centros da Juventude.

Ivanete (2ª da esquerda para a direita) destacou que jovens serão líderes na promoção cultura da paz
Ivanete (2ª da esquerda para a direita) convidou os jovens a serem líderes na promoção cultura da paz - Foto: Maurício Tonetto / SJCDH
A coordenadora institucional da Central Única das Favelas no Rio Grande do Sul (CUFA-RS), Ivanete Pereira, também se dirigiu aos familiares. A dirigente da entidade parceira na gestão do CJ Cruzeiro reforçou a mudança que o POD tem provocado dentro das comunidades nas quais atua. “Estamos formando líderes! Testando os jovens o máximo possível para que eles estejam preparados para os testes que a vida vai impor. E eles precisam resistir e levar esse legado até o fim. Devem servir de modelo para os mais jovens”, concluiu.

 

Mais do que abrir portas

A conquista dos jovens emocionou familiares e amigos. Pessoas como a irmã de Igor Dias, formando do curso de Informática, que deposita nele e nos colegas a esperança de uma sociedade mais justa. “Somos todos daqui da comunidade. Então eu vi vários deles crescerem. Vi muitos que se perderam e que o Centro da Juventude resgatou. Essas histórias me deixam muito emocionada porque mostra que é possível sim mudar de vida, estudar, trabalhar e ter um futuro diferente”, destacou Jancieli Dias.

O curso de fotografia mudou a vida do casal Matheus e Shayane, que já comprou uma câmera e está abrindo empresa
O curso de fotografia mudou a vida do casal Matheus e Shayane, que já comprou uma câmera e está abrindo empresa - Foto: Cristian Pelige / CJ Cruzeiro

Entre as histórias de mudança de vida está a de Matheus Soares Behnck e Shaiane Stefani Santos. O casal também se formou em Informática e já tinha feito os cursos de Barbearia e Fotografia. “O POD mudou completamente a minha vida. Eu estava em depressão, não tinha nenhuma perspectiva nem ânimo. Fiquei sabendo do curso, vim pra cá e me apaixonei pela fotografia”, disse Matheus. Ele é jovem multiplicador e usou o dinheiro da bolsa para comprar uma máquina fotográfica. Trabalha em eventos, produz ensaios e books fotográficos. “Trabalhar com fotografia abriu as portas pra mim, abriu o mundo pra nós. Eu e minha esposa ganhamos dinheiro com isso. Saí do fundo do poço e estou começando a minha empresa”, comemorou. Agora o casal está economizando para comprar outra câmera e poder aumentar a renda.

 

CJ Cruzeiro

O Centro da Juventude Cruzeiro já formou, com a turma desta quinta-feira, 451 jovens em cursos profissionalizantes e 643 concluíram oficinas de artes, cultura, cidadania, esportes e lazer. O CJ integra o POD e iniciou os atendimentos no dia 10 de outubro de 2017. Tem 270 jovens participando dos cursos, oficinas e atividades. 

O espaço oferece cursos de qualificação profissional de Barbearia e Embelezamento, de Culinária, Garçom e Garçonete, Auxiliar Administrativo, Informática, Fotografia. Também tem EJA, Orientação Profissional, Reforço escolar em Matemática Aplicada, Redação, Português e oficinas de Empreendedorismo, Música, Jiu Jitsu, Teatro, Meditação, Dança, Cidadania e Esportes.

 

POD